fbpx

contato@institutoharmonite.com.br

Segunda a Sexta das 08h às 20:30h

Autossabotagem como ela acontece?

A autossabotagem acontece com muita frequência em nossas vidas e na maioria das vezes nem percebemos. Muitas vezes nem mesmo sabemos que ela existe e que está presente. Mas, toda vez que pensamos não ser capazes de algo e deixamos de tentar estamos nos autossabotando.

 

O início da autossabotagem

O problema com cada um de nós é que vivemos toda nossa vida dedicados a agradar as pessoas ao nosso redor. Tendemos a querer agradar a todos, porque somos seres sociais, e como seres sociais que somos queremos estar sempre em relações.

Acontece que querer agradar a todos é um problema que nos segue desde a infância. Na infância queremos agradar nos nossos pais, as visitas, nossos professores e amiguinhos.

E aí quando jovens passamos a querer agradar nossos parceiros amorosos. Ou, tendemos a querer agradar a pessoa que nos despertou interesse, pois que é que nunca desejou ser amado por uma pessoa que considera especial?

Então nos tornamos adultos e é hora de tentar agradar o chefe, as pessoas no trabalho, na faculdade, em todos os ambientes que frequentamos. E assim estamos sempre presos nesse ciclo de querer sempre agradar.

 

A Autossabotagem e o problema de agradar a todos

É muito importante se preocupar com o outro e querer que gostem de nós. No entanto, quando nos dedicamos a agradar os outros demasiadamente, esquecemos de nos dedicarmos a nós mesmo.

Ao querer agradar aos outro e cumprir todas as vontades e desejos, e atender a todas as expectativas alheias, abrindo mão das nossas, estamos nos sabotando. Este é um tipo de sabotagem, dentre os muitos tipos da autossabotagem.

É importante querer agradar os outros, agradar aqueles que amamos é ato de amor para com eles. A questão é que se para agradar o outro for preciso ignoramos a nós mesmos, está errado, é a autossabotagem se manifestando. E praticando esse tipo de autossabotagem estamos dizendo a nós mesmos que somos menos importantes que qualquer outra pessoa.

O detalhe importante aqui é entendermos que o mal desse tipo de autossabotagem não está no que fazemos pelo outro, e sim no que deixamos de fazer por nós mesmos, e no que fazemos contra nós mesmos.

O conceito da autossabotagem

A autossabotagem é tudo aquilo que fazemos com nós mesmos de forma a nos inferiorizar. E se pararmos para pensar, nós vamos perceber que ela está presente em nossas vidas com tanta frequência, que é assombroso.

  • Quem nunca estudou demais e mesmo assim desistiu de prestar “aquele” concurso por achar que haveria candidatos melhores?
  • Quem nunca deixou passar uma paixão por alguém pensar que não teria chance?
  • Quem nunca desistiu de fazer algo por acreditar que o amigo faria melhor, ou que qualquer outra pessoa faria melhor?

Essas perguntas são apenas exemplos de tipos de autossabotagens e de quantas vezes ela nos prejudica. Muitos de nós deixamos de obter aquilo que almejamos por causa da autossabotagem.

A autossabotagem pode ser um costume, um hábito que não foi desencadeado por grandes traumas ou causas “especiais”. Mas, ela também pode ser fruto de um trauma de infância, de palavras e ações alheias e nesse caso é mais trabalhoso vencê-la.

Leia o nosso artigo sobre autoestima e entenda um pouco mais sobre como as pessoas e coisas ao nosso redor podem nos afetar e influenciar negativamente nossas vidas e ações.

Monitore o seu nível de autossabotagem e procure por ajuda caso precise. Estamos a disposição!

Compartilhe nosso conteúdo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Alex Lorenzetti

Alex Lorenzetti

Alex atua em psicoterapia, incluindo programação neurolinguística (PNL), hipnoterapia e terapia regressiva para cumprir a missão de fortalecer resultados e vidas desenvolvendo as percepções inconscientes do Ser Humano.